Departamento de Conservação e Restauro

Laboratórios

No DCR a pesquisa e prática da conservação e restauro desenvolve-se em redor de um núcleo fulcral, os métodos de exame e análise e a história e técnicas de produção artística (Laboratório Científico). As áreas de intervenção organizam-se no espaço físico dos Laboratórios/Ateliers de: Cerâmica e vidro, Documentos gráficos e fotografia, Metais, Pedra e biodeterioração, Pintura e Arte Contemporânea.  

Com este modelo pretende-se articular a componente prática da intervenção de conservação e restauro com a da investigação, potenciando a reflexão prévia e a consciência deontológica necessária à intervenção no património. A investigação em Conservação-Restauro desenvolve-se em grandes áreas estruturantes tais como as Ciências da Conservação, História da Arte e Teoria e Filosofia da Conservação. Duas linhas de investigação têm-se afirmado: as reconstruções históricas com reflexo na criação de base-dados de referência; métodos inovadores e sustentáveis no seio da conservação preventiva e curativa.