Departamento de Conservação e Restauro

Têxteis

Lab 043 (ext: 11310)

Responsável: em construção

Missão:
No laboratório de têxteis é realizado o diagnóstico, tratamento e acondicionamento de peças têxteis, em que os alunos adquirem conceitos sobre as principais categorias de arte têxtil, propriedades físicas e químicas de fibras têxteis e respectiva identificação com microscopia óptica, corantes e tingimentos, principais patologias e estado de conservação, métodos de exame e análise utilizados na conservação de têxteis, tratamentos (limpeza por via mecânica e por via húmida, consolidação por ponto de agulha) e conservação preventiva de têxteis. Estes conhecimentos são aplicados na preservação de património têxtil nacional e internacional através de colaborações com diferentes instituições: MNAA, Gulbenkian, etc.

Grandes áreas de actividade:

  • Materiais e técnicas de construção de tapetes
  • Corantes naturais e sintéticos utilizados em têxteis
  • Caracterização dos corantes laca e cochonilha com cromatografia líquida de alta resolução com detecção por vector de díodos e quimiometria.

Projectos em curso:

O estudo de 3 tapetes “Salting”

Em 2007 três tapetes ‘Salting’ foram redescobertos no Paço dos Duques em Bragança. Durante mais de um século, a proveniência e datação dos tapetes Salting têm sido motivo de um debate extenso. Este projecto, através de uma abordagem interdisciplinar procura responder esclarecer qual a proveniência e datação destes tapetes, bem como questões éticas suscitadas durante o decorrer do seu tratamento.

Aluna de mestrado: Raquel Santos (DCR),
Supervisores: Jessica Hallett (CHAM) and Micaela Sousa(DCR)
Colaborações: Cátia Frade (IMC), Paula Cruz (IMC), Elsa Lopes (IMC), Ana Aguiar Ricardo (CQFB), Teresa Casimiro (CQFB), Nuno Leal
Financiamento: PTDC/QUI-QUI/099388/2008, task 6 – Characterization of lac-dye and cochineal, coordination Sérgio Seixas de Melo (UC).
Publicações: Submitted ICOM-CC, 2011.


Os veludos vermelhos da colecção Gulbenkian

Neste projecto, têxteis vermelhos do século XVI da colecção Gulbenkian, de diferentes localizações geográficas serão analisados por HPLC-DAD (Cromatografia líquida de alta resolução com detecção por vector de díodos). Os resultados obtidos serão comparados com uma biblioteca de cromatogramas HPLC-DAD de cochonilha. Com estes resultados esperam-se obter importantes informações históricas, de rotas comerciais e caracterização técnica relevantes para o estudo desta colecção.

Aluna de mestrado: Ana Serrano (DCR),
Supervisores: Micaela Sousa(DCR), Jessica Hallett (CHAM) and Maria Fernanda Leite (Gulbenkian)
Colaborações: João Lopes (UP)
Financiamento: PTDC/QUI-QUI/099388/2008, task 6 – Characterization of lac-dye and cochineal.
Publicações: Serrano, A et. al “Cochineal, a Precious Source of Red”, Colours, Victorian and Albert Museum, 2010.


Análise de corantes sintéticos com HPLC-DAD-MSn

62 corantes sintéticos da colecção Helmut Schweppe da Instituição Smithsonian foram analizados com HPLC-DAD-MSn. Os resultados obtidos foram comparados com um tapete Persa datado do início do século XX.

Aluna de mestrado: Cátia Souto (DCR),
Supervisores: Micaela Sousa(DCR) and Conceição Oliveira (IST)
Colaborações: Mary Ballard (Smithsonian Instituition), Jennifer Giaccai (SI) Cecily Grzywacz (Getty)
Financiamento: PTDC/QUI-QUI/099388/2008, task 9 – Pos-Perkin Dyestuff analysis.

Destaques